ROUBOU, MATOU, QUEIMOU E AINDA FICOU ANDANDO COM O CARRO DA VÍTIMA TRANQUILAMENTE.

Foi por causa da grande repercussão do caso do jovem desaparecido, no dia 29/12/2018, Tony Clayton Pereira, morador de Pérola, que veio até Maringá, e até a tarde de sexta-feira, 04/01/2019, era dado como desaparecido pela familia.img-20190104-wa0081img-20190104-wa0053~2

O caso foi solucionado após a localização do carro da vítima, na Zona Rural, da Cidade de Araruna, que fica á 82 km da Cidade de Maringá, onde o veículo foi visto pela última vez.

O suspeito, Carlos Eduardo Plau de Souza, 24 anos Foi preso, pela PM da Cidade de Araruna na tarde de sexta-feira, no momento da prisão ele disse que tinha comprado o carro, ele foi encaminhado para a DP da cidade, por receptação. A Delegacia de Maringá foi informada e uma equipe se deslocou até Araruna, e ao ser interrogado por policiais de Maringá, ele confessou ter matado Cleyton com um golpe de mata leão em Sarandi e levado o corpo no próprio carro da vítima até uma estrada na Cidade Terra Boa e ainda queimou o corpo, que foi localizado por pescadores que passavam pelo local o dia 01/01/2019 e informaram a polícia. O corpo foi recolhido e encaminhado para o IML de Campo Mourão, até a tarde de sexta-feira não tinha cido reconhecimento, mas após a prisão do suspeito que levou os investigadores até local onde o corpo já tinha cido recolhido, foi possível desvendar esse crime macabro.

Segundo o Suspeito, ele matou a vítima por motivo fútil, um desacerto comercial de um programa, e fugiu após repercussão do caso, mas ainda estava com o carro da vítima, no momento da prisão segundo a polícia ele estava indo esconder o carro em uma mata Zona Rural de Araruna.

O suspeito foi transferido para a Cidade de Maringá, onde já está á disposição da justiça.

 

Deixe uma resposta